Sugar Baby O básico do relacionamento Sugar

Sugar Baby O básico do relacionamento Sugar

RELACIONAMENTO O QUE É

Um estilo de relacionamento com características da hipermodernidade, pois, é explicitamente baseado em interesse, de ambas as partes. Os dois devem obter ganhos. Cada um define seus objetivos dentro do relacionamento sugar. Desde que tudo esteja alinhado entre os dois. As Sugar Babies (mulheres), desfrutam dos benefícios do estilo de vida de homem maduro, rico e bem-sucedido. Já os Sugar Daddies, têm o prazer de estar ao lado de uma mulher jovem e atraente. As vantagens de um relacionamento sugar, é que além dos ganhos materiais e estilo de vida que um homem bem-sucedido propõe para as mulheres, as sugar babies podem contar com benefícios a longo prazo, como por exemplo, a orientação profissional, Network e consultoria de carreira, e suporte para realização de projetos de vida.

 

O QUE É UM SUGAR DADDY, E SEU SIGNIFICADO

 Sabe o que é um Sugar Daddy, e seu significado? O Sugar Daddy é definido como um homem maduro, rico e bem-sucedido, normalmente entre 35 e 60 anos de idade. Se relacionam com mulheres jovens e atraentes e patrocinam um estilo de vida de luxo para elas. 

São homens generosos, e gostam de cobrir suas parceiras com presentes e viagens. Quanto ao significado da palavra Sugar Daddy: Sugar, é açúcar em inglês. Daddy, é papai— são duas palavras que, juntas, apresentam o termo “Sugar Daddy”,  que representa a figura de homem que se dispõe a “bancar” suas companheiras. Além de presentes, eles patrocinam um projeto pessoal ou profissional, muitos financiam até estudos para suas parceiras.

Quer saber como surgiu o termo Sugar Daddy?

Origem do termo Sugar Daddy– O termo Sugar Daddy não é novo. A expressão Sugar Daddy surgiu em 1908, com o casamento de Adolph Spreckles, de 51 anos, herdeiro de uma fábrica de açúcar, com a jovem de 27 anos, Alma de Bretteville, que o chamava pelo termo (que em português significa “Papai de Açúcar), desde então, os americanos o adotaram para classificar como patrocinador e patrocinada em termos morais e sociais.

Nos últimos anos as relações tradicionais têm se revolucionado, dando lugar a novos tipos de relacionamentos, como o amor livre, relacionamento aberto, poliamor e também o relacionamento Sugar.  Onde existem dois protagonistas: O Sugar Daddy e a Sugar Baby.

 

O QUE É UMA SUGAR BABY, E SEU SIGNIFICADO

O que é uma Sugar Baby, e seu significado.  Sugar Babies são mulheres jovens e encantadoras que buscam viver as melhores experiências da conquista e do romance, fazem questão um belo presente, viagens e uma vida confortável sem preocupações.

Elas buscam sucesso pessoal e profissional e não aceitam menos do que merecem.

Uma Sugar Baby desfruta de bons momentos ao lado de um Sugar Daddy, vivendo momentos únicos e inesquecíveis, regados de carinho, bom gosto e qualidade de vida.

A Sugar Baby escolhe se relacionar com homens mais velhos, ricos e bem-sucedidos, para desfrutar do estilo de vida sugar que um  relacionamento sugar  pode lhe propor.

O relacionamento sugar é por parte dos homens a companhia das mulheres mais jovens. E por parte delas, os mimos, o apoio financeiro e/ou emocional. Não devemos esquecer que dentro desse Universo Sugar quem conduz a relação é a mulher. Se ela se portar como uma mercadoria, ela será tratada como tal. Porém, se ela se mostrar companheira, e souber conquistar a confiança do Sugar Daddy, ela poderá ter muito mais que mimos.

QUER UM PATROCÍNIO PARA SEUS SONHOS?

Se você busca estabilidade financeira, crescimento pessoal ou profissional, e deseja fazer viagens fantásticas, o Universo Sugar te apresentará um Sugar Daddy maduro, rico, experiente e generoso, que patrocinará seus sonhos.

Para saber mais sobre o termo Sugar Baby e como surgiu, acesse: Conheça a mulher que deu origem ao termo Sugar Baby.

Sugar Baby O básico do relacionamento Sugar

Augusto Sicherolli tem pouco mais de 40 anos, é Life Planner, tem uma renda anual que gira em torno de seis dígitos e um cuidado consigo mesmo invejável. Sua presença é discreta e ele exala charme e simpatia. Seu sotaque carioca o deixa ainda mais encantador. Mas, tendo todos esses atributos, por qual motivo ele está em um relacionamento Sugar? Fizemos uma entrevista com ele para descobrir quais são os atrativos e os benefícios de fazer parte de um relacionamento assim. MSD: Grande parte das pessoas que veem um homem mais velho saindo com garotas mais novas considera isso quase que uma forma de prostituição. Qual a diferença entre o Sugar e a prostituição, do seu ponto de vista? AS: Bom, primeiro de tudo é que, quando saio com uma Sugar Baby, eu não a encontro na rua. Existem diferenças muito grandes entre as duas coisas. Eu vejo as Babies como pessoas que querem ser bem tratadas, algo com sentimento mesmo; meninas que eu posso atuar como um mentor. Isso pra mim, é uma das melhores partes. Apesar de me manter como low profile, eu sou um pouco exibido, e mostrar tudo o que eu sei sobre mercado, planejamento e outros assuntos meio que massageia meu ego (risos). MSD: O que te fez se tornar um Sugar Daddy? AS: Eu sempre achei péssimo algumas coisas que os relacionamentos convencionais tem. A forma como tudo caminha é muito complicada. Eu sentia que perdia muito tempo com os relacionamentos, e tempo é algo escasso pra mim. Então, o pouco tempo livre que tenho, eu quero aproveitar da melhor maneira possível. Não com dramas e outros rodeios intermináveis que duravam horas para, no final, me pedir algo. Sou um homem que vai direto ao ponto, e gosto que as pessoas sejam assim comigo. MSD: No geral, quem inicia as conversas? E qual é o principal meio de comunicação entre você e sua Sugar Baby? AS: Desde que eu me cadastrei no Meu Patrocínio, já fui atrás de Babies e algumas já vieram atrás de mim. Confesso que eu gosto mais de conquistar. Mas, desde que eu me cadastrei, venho mudando um pouco esse gosto. As mulheres com atitude e que vem falar comigo tem me deixado bem interessado. Eu uso muito o chat que o MP disponibiliza. Eu acho lá a melhor forma de comunicação para quem é Sugar. Ele é prático e tem todo o suporte necessário para uma boa conversa. Claro que, depois de alguns meses, e dependendo do quanto você conversa com sua Baby, os aplicativos de mensagem se tornam mais práticos. Mas, para mim, o chat me atende muito bem. MSD: Você já terminou um relacionamento Sugar? Se sim, o que te fez fazer isso? AS: Eu tive poucas relações Sugar. Foram três no total. Mas, sim, já coloquei fim a um relacionamento. A primeira durou quase um ano. A segunda, que foi a que eu terminei, durou apenas três meses. Eu me senti pressionado e vi que a aquela Baby não tinha assimilado e não estava levando a sério algumas questões pré estabelecidas. Isso me fez colocar um ponto final na relação. MSD: Você está com alguma Sugar Baby agora? Com que frequência vocês se veem e se falam? AS: Sim. Ela é o meu terceiro relacionamento. Já faz pouco mais de sete meses. Como eu disse antes, eu uso muito o chat. Nós nos falamos cerca de quatro vezes na semana. E nos vemos três. Isso, na teoria. Pois, algumas vezes, eu acabo tendo que desmarcar algum encontro de última hora por conta de algum imprevisto no trabalho. Mas eu sempre deixei claro que isso poderia acontecer, e ela entendeu desde o princípio. MSD: Se não fosse o Meu Patrocínio, você estaria namorando mulheres da sua idade? AS: Provavelmente, sim. Mas, fico feliz que não (risos).

O básico do relacionamento Sugar

O básico do relacionamento Sugar

Augusto Sicherolli tem pouco mais de 40 anos, é Life Planner, tem uma renda anual que gira em torno de seis dígitos e um cuidado consigo mesmo invejável. Sua presença é discreta e ele exala charme e simpatia. Seu sotaque carioca o deixa ainda mais encantador. Mas, tendo todos esses atributos, por qual motivo ele está em um relacionamento Sugar? Fizemos uma entrevista com ele para descobrir quais são os atrativos e os benefícios de fazer parte de um relacionamento assim. MSD: Grande parte das pessoas que veem um homem mais velho saindo com garotas mais novas considera isso quase que uma forma de prostituição. Qual a diferença entre o Sugar e a prostituição, do seu ponto de vista? AS: Bom, primeiro de tudo é que, quando saio com uma Sugar Baby, eu não a encontro na rua. Existem diferenças muito grandes entre as duas coisas. Eu vejo as Babies como pessoas que querem ser bem tratadas, algo com sentimento mesmo; meninas que eu posso atuar como um mentor. Isso pra mim, é uma das melhores partes. Apesar de me manter como low profile, eu sou um pouco exibido, e mostrar tudo o que eu sei sobre mercado, planejamento e outros assuntos meio que massageia meu ego (risos). MSD: O que te fez se tornar um Sugar Daddy? AS: Eu sempre achei péssimo algumas coisas que os relacionamentos convencionais tem. A forma como tudo caminha é muito complicada. Eu sentia que perdia muito tempo com os relacionamentos, e tempo é algo escasso pra mim. Então, o pouco tempo livre que tenho, eu quero aproveitar da melhor maneira possível. Não com dramas e outros rodeios intermináveis que duravam horas para, no final, me pedir algo. Sou um homem que vai direto ao ponto, e gosto que as pessoas sejam assim comigo. MSD: No geral, quem inicia as conversas? E qual é o principal meio de comunicação entre você e sua Sugar Baby? AS: Desde que eu me cadastrei no Meu Patrocínio, já fui atrás de Babies e algumas já vieram atrás de mim. Confesso que eu gosto mais de conquistar. Mas, desde que eu me cadastrei, venho mudando um pouco esse gosto. As mulheres com atitude e que vem falar comigo tem me deixado bem interessado. Eu uso muito o chat que o MP disponibiliza. Eu acho lá a melhor forma de comunicação para quem é Sugar. Ele é prático e tem todo o suporte necessário para uma boa conversa. Claro que, depois de alguns meses, e dependendo do quanto você conversa com sua Baby, os aplicativos de mensagem se tornam mais práticos. Mas, para mim, o chat me atende muito bem. MSD: Você já terminou um relacionamento Sugar? Se sim, o que te fez fazer isso? AS: Eu tive poucas relações Sugar. Foram três no total. Mas, sim, já coloquei fim a um relacionamento. A primeira durou quase um ano. A segunda, que foi a que eu terminei, durou apenas três meses. Eu me senti pressionado e vi que a aquela Baby não tinha assimilado e não estava levando a sério algumas questões pré estabelecidas. Isso me fez colocar um ponto final na relação. MSD: Você está com alguma Sugar Baby agora? Com que frequência vocês se veem e se falam? AS: Sim. Ela é o meu terceiro relacionamento. Já faz pouco mais de sete meses. Como eu disse antes, eu uso muito o chat. Nós nos falamos cerca de quatro vezes na semana. E nos vemos três. Isso, na teoria. Pois, algumas vezes, eu acabo tendo que desmarcar algum encontro de última hora por conta de algum imprevisto no trabalho. Mas eu sempre deixei claro que isso poderia acontecer, e ela entendeu desde o princípio. MSD: Se não fosse o Meu Patrocínio, você estaria namorando mulheres da sua idade? AS: Provavelmente, sim. Mas, fico feliz que não (risos).

Sugar Babies O básico do relacionamento Sugar

O básico do relacionamento Sugar

RELACIONAMENTO SUGAR, A ORIGEM

O Sugar Dating ou relacionamento Sugar, foi criado pelos americanos há mais uma década, mas nos últimos anos, criou-se um mercado em torno de pessoas que buscam um relacionamento benéfico para ambos, onde dinheiro não é um tabu. Diversos sites de relacionamentos especializados no segmento surgiram, prometendo efetividade e benefícios para ambas as partes. No Brasil, a Rede Social, Universo Sugar, promove a união exclusivamente entre os Sugar Daddies e as Sugar Babies.

RELACIONAMENTO SUGAR, O SEU SIGNIFICADO

Relacionamento Sugar ou Sugar Dating— significa “namoro de açúcar” – muito comum na Europa e nos Estados Unidos, o estilo de relacionamento ganha o mercado brasileiro através dos sites de encontros sugar – O Universo Sugar é uma Rede social que une homens endinheirados e mulheres neste relacionamento moderno.

RELACIONAMENTO O QUE É

Um estilo de relacionamento com características da hipermodernidade, pois, é explicitamente baseado em interesse, de ambas as partes. Os dois devem obter ganhos. Cada um define seus objetivos dentro do relacionamento sugar. Desde que tudo esteja alinhado entre os dois. As Sugar Babies (mulheres), desfrutam dos benefícios do estilo de vida de homem maduro, rico e bem-sucedido. Já os Sugar Daddies, têm o prazer de estar ao lado de uma mulher jovem e atraente. As vantagens de um relacionamento sugar, é que além dos ganhos materiais e estilo de vida que um homem bem-sucedido propõe para as mulheres, as sugar babies podem contar com benefícios a longo prazo, como por exemplo, a orientação profissional, Network e consultoria de carreira, e suporte para realização de projetos de vida.

“CONTRATO DE AFETO”

No Universo Sugar brasileiro a relação surge com o propósito de suprir as necessidades pessoais entre Sugar Babies e Sugar Daddies. Uns buscam preencher as necessidades afetivas de companhia, carinho, atenção e amizade. Outros estão à procura do consumismo, segurança ou um patrocínio / suporte para realizar um sonho. A união mediada pelo site é, de certa forma, tratada como um “contrato de afeto”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *